quarta-feira, 27 de julho de 2016

Breve História Administrativa - Governadores de Barra Mansa (Presidentes de Câmara e Prefeitos)


     Dos governantes da galeria, trinta, são nomes de prédios e logradouros públicos em Barra Mansa e antigos distritos.
     Muitos foram os que governaram Barra Mansa, em 1801, quando Barra Mansa já existia, porém pertencia a recém emancipada Resende, André Bernardes Rangel, Presidente da Câmara Municipal de Resende - possuía o Poder Executivo da primitiva Vila de São Sebastião da Barra Mansa, àquela época ainda localizada ao redor da Fazenda da Posse no atual bairro Barbará, e subordinada ao Município de Resende.
     Em 10 ou 16 de Fevereiro de 1833, meses após a Lei de Emancipação - 03/10/1832, o município foi instalado, com a posse dos vereadores eleitos, a solenidade foi presidida pelo Vereador Comendador Fabiano Pereira Barreto - último governante de Resende a governar também Barra Mansa.
     No mesmo dia, tomou posse o Vereador Domiciano de Oliveira Arruda, como Primeiro Presidente da Câmara Municipal de Barra Mansa, na época, não havia no Brasil o cargo de prefeito, e os presidentes de câmaras de vereadores governavam a cidade. 18 homens governaram a cidade à frente deste cargo, com destaque para o Comendador Joaquim Leite, e o Coronel José Caetano - ambos por três vezes governadores de Barra Mansa.
     A partir de 1914, Dr. Luiz Ponce de Leon foi o último vereador-presidente da Câmara Municipal a governar Barra Mansa, foi criado o cargo de prefeito, sendo nomeado por fora do município, ao Engenheiro João Luiz Ferreira, após ele, sucederam vários prefeitos nomeados.
     Em 1922, pela primeira vez tomou posse um prefeito eleito - Coronel Alfredo Dias de Oliveira, porém foi seguido por períodos de nomeação e intervenção de prefeitos, até 1947 apenas cinco homens foram eleitos prefeitos de Barra Mansa.
     Em 1947, com a eleição de Flávio de Miranda Gonçalves, seguiu-se um longo período de democracia em nossa cidade, sem a intervenção do Estado, ou governo federal no nosso Poder Executivo Municipal, democracia interrupta que dura até a atualidade. Com exceção de alguns vices-prefeitos, e presidentes de Câmara, que governaram de fato Barra Mansa interinamente durante curtos períodos, todos os prefeitos após Flávio Gonçalves foram eleitos.
     Em 1954 - João Chiesse Filho, foi o último prefeito de Barra Mansa, a governar Volta Redonda, pois foi emancipada naquele ano.
     Em 1992 - Dr. Ismael de Souza, foi o último prefeito de Barra Mansa, a governar Quatis, Ribeirão de São Joaquim e Falcão, pois foram emancipados no ano anterior, e em 01/01/1993 houve a instalação, do novo município - Quatis, que anexou Ribeirão de São Joaquim e Falcão.
     Naquele ano - Luiz Amaral bateu o recorde, foi eleito prefeito pela terceira vez.
     Em 1996 foi eleita a primeira prefeita mulher - Inês Pandeló.
     Naquele ano, ao deixar a prefeitura, Luiz Amaral igualou-se ao Comendador Joaquim Leite, ambos com 12 anos à frente do governo de Barra Mansa, e em períodos intercalados.
     Ao todo  desde 1833 até a presente data, já tivemos 40 prefeitos e uma prefeita, somados aos 18 presidentes da Câmara de Barra Mansa, que governaram o município, antes de termos prefeito, 59 foram os governantes de nossa amada e mal cuidada Barra Mansa.
     Em nossos dias, alguns estudam, e se dedicam muito nas ciências administrativas, jurídicas, e sobre a cidade, outros nem tanto, mas são vários os que sonham em ser Prefeito de Barra Mansa, porém poucos se preparam para tal, da maneira correta, em que o município, e os povos que aqui habitam merece!
Bem hajam!

Primeiras-Damas de Barra Mansa

Atualizado em 03/02/2017, confira as atualizações no final do artigo.

Conheça também os Prefeitos de Barra Mansa

     Por trás de grandes homens, sempre existiram os conselhos, os carinhos, e cuidados de grandes mulheres. As Primeiras-Damas de Barra Mansa, muito influenciaram para o progresso do município.
     Conheça um pouco da história destas senhoras:

     A história continua... Quais serão as próximas Primeiras-Damas de Barra Mansa?

REGINA MOTTA DRABLE
2017 - Presente
Dona Regina Drable e sua filha Alice, no 1º comercial da campanha a prefeito de Rodrigo Drable.
     Dona Regina Borges da Almeida Motta Drable Costa é a esposa do atual prefeito eleito de Barra Mansa - Dr. Rodrigo Drable Costa. Quando solteira, era moradora no bairro São Geraldo em Volta Redonda. É arquiteta. 
     Casou-se e foi residir com Rodrigo, na Estamparia, bairro ancestral da família Chiesse, ao lado da avó de seu marido, a Primeira-Dama Dona Dione Chiesse Drable. A casa onde reside na atualidade, era o lar de Dona Jahyra Fonseca Drable e Sr. Elias Drable, pais do Prefeito Marcello Drable - avô de Rodrigo.


MARIA JOSÉ CÉZAR
2013 - 2016

     Dona Maria José Cézar é mulher do Prefeito Jonas Marins.
     Nasceu em Volta Redonda. É professora.
     Desde a posse de Jonas, é Secretária Municipal de Assistência Social.

     Na atual legislatura da Câmara Municipal, recebeu o título de cidadã barramansense.

     Antes de ser mulher de Jonas, foi mãe de Samon, e Saulo. E com Jonas Marins, são pais de Ana Beatriz.
     Reside no bairro Siderlândia.

ODETE RANGEL COSTA
2016 - Interina

     Dona Odete Rangel Costa, é esposa prefeito interino - Pastor Jorge Costa, ela nasceu em 3 de Novembro de 1958 no Rio de Janeiro.
     É Dona de Casa.
     Em 2012 disputou a eleição ao cargo de vereadora, apenas para ajudar o seu partido (PRB) a preencher a cota mínima estipulada pelo TSE, que exige um mínimo de candidatas por coligação de vereador. Sem fazer campanha, ela teve apenas um voto.

EMILIANA MELCHIOR CARVALHO
2009 - 2012

     Dona Emiliana Melchior Carvalho é esposa do Ex-Prefeito José Renato Bruno Carvalho.
     Era vizinha de Zé Renato, e começou a namorar com ele, devido ao pipoqueiro Sr. Domício, que contou a ela que o jovem José, queria namora-la.

     Trabalhou no governo Roosevelt Brasil, como responsável pela gestão do Programa Bolsa Família no município.
     Durante o governo do marido, foi Secretária Municipal de Promoção Social.
     A partir de 2013, foi nomeada pelo prefeito de Rio Claro - RJ - Dr. Raul Machado, para ser a Secretária Municipal de Assistência Social daquele município.

     Com José Renato, são pais do engenheiro Bruno, e da dentista Thaís. Bruno é pai de Maria.
     Reside no Centro de Barra Mansa.

TANIA BRASIL
2001 - 2008

     Dona Tania de Souza Lima Duque Fonseca, é esposa do Ex-Prefeito Roosevelt Brasil Fonseca. Nasceu em 27 de dezembro de 1960 em Rio Preto - MG.
     É bióloga.
     Faz parte da Igreja Presbiteriana do Brasil.

     Na gestão do marido, foi Subsecretária Municipal de Saúde, e Secretária Municipal de Promoção Social.

     Em 2005 foi agraciada pelo vereador Ademir Melo, com o título de Cidadã Barramansense, a qual recebeu em uma pomposa solenidade no Palácio Barão de Guapy. Eu estava presente ao evento.

     Embalada pela grande vitória de Roosevelt Brasil em 2004 - reeleito prefeito com a maior votação da história de Barra Mansa - 59.154 votos; foi candidata pela primeira vez, concorreu ao cargo de Deputada Estadual pelo PMN, teve 19.746 votos, e não se elegeu.

Família:
     Da feliz união com Roosevelt, nasceram quatro filhos: O engenheiro Filipe, a advogada Natália, e os futuros médicos Bárbara e Matheus. Filipe é casado com Lígia Chiesse - sobrinha-neta de Dona Dione Chiesse Drable -, que também foi Primeira-Dama de Barra Mansa.

Atualidade:
     Mora no Rio de Janeiro com Roosevelt Brasil, e trabalha no governo do Estado do Rio de Janeiro.

MARIA LÚCIA LOBO AMARAL
1993 - 1996
1983 - 1988
1971 - 1973

Na terceira posse do marido como prefeito de Barra Mansa em 1º de Janeiro de 1993.
     Dona Maria Lúcia Lobo Amaral, foi esposa do Ex-Prefeito Luiz Amaral. Nasceu no mesmo distrito que o marido - Quatis, o 5º distrito de Barra Mansa.
     Casou-se com em 15 de dezembro de 1956, e foram pais de: da professora Ana Lúcia, do cardiologista Dr. Luiz Carlos Filho, e da advogada Luciana; seus netos: Ana Flávia, Leandro, Amanda, Paula e Bruna.
     É tia da socialite barramansense Silvana Lobo.

NEUZA OLIVEIRA MARQUES
1988 - Interina

     Dona Neuza Olivira Marques, foi esposa de Alderando Casali Marques, que foi vereador, presidente da Câmara e prefeito interino de Barra Mansa de 11 a 30 de maio de 1988.
     Dessa união, nasceram duas filhas: Rosemeire e Gizelli Oliveira Marques.
     Divorciou-se.

DIONE CHIESSE DRABLE
1977 - 1983
1967 - 1971

     Dona Dione Ignês Chiesse Drable, viúva do Ex-Prefeito Marcello Drable. Nasceu em Barra Mansa, filha do chefe-político Humberto Quinto Chiesse, e de Dona Glória Bruno Chiesse.

     Da união geraram três filhos: Elias, Alexandre e Gláucia.
     Elias Drable Neto - médico gastroenterologista em Resende, já foi candidato a vereador em 2008 naquela cidade;
     Alexandre Drable, engenheiro, faleceu jovem - dá nome a estrada (RJ 157) que liga o bairro Macuco a divisa de Barra Mansa com Bananal; e 
Marcell Castro, em sua 3ª candidatura a
vereador e Dona Dione Chiesse Drable
2016.
     Gláucia Drable Costa - professora, casada com Sérgio Costa que é filho do ex-prefeito de Volta Redonda, Aluízio Costa. Gláucia e Sérgio são pais: da Dra. Patrícia, e do Dr. Rodrigo - vereador de Barra Mansa, em seu segundo mandato, eleito em 2016 - prefeito de Barra Mansa.


     Dona Dione é prima-segunda de José Renato Bruno Carvalho, que foi prefeito de Barra Mansa de 2009 a 2012.  Pois seu avô - Antônio Pereira Bruno é irmão de Mizael Pereira Bruno -, avô de Zé Renato.

     Senhora de destaque na sociedade barramansense, esteve sempre ao lado do marido na política, e na atualidade ao lado do neto Rodrigo Drable.
     Reside no bairro Estamparia.


ENI SELLANI CHIESSE COUTINHO
1982 - Interina

     Dona Eni Sellani Chiesse Coutinho, foi esposa do Dr. Elmiro Chiesse Coutinho, que foi prefeito interino de Barra Mansa em 1982.

ENY THEODORO NADER
1973 - 1977

     Dona Eny Theodoro Nader (Soledade - MG, 5 de fevereiro de 1940  Barra Mansa - RJ, 17 de julho de 2010). Foi esposa do Ex-Prefeito Féres Nader.

     Estudou o primário no Colégio Aparecida em Passa-Vinte - MG; o ginásio no Colégio Lourdes em Lavras - MG; 
     Em nosso município cursou contabilidade na Escola Técnica de Comércio Barra Mansa; e a faculdade de Português/Inglês na SOBEU, atual UBM.
     Foi professora efetiva da Prefeitura de Barra Mansa.

     Residia no bairro Ano Bom.

Família:
     Filha de José Theodoro e de Maria Antonia Theodoro.
     Da união com Féres Nader, nasceram quatro filhos: Carlos que seguiu os passos do pai na política, Thomas que o auxilia no ramo das comunicações,Junior Nader empresário e a Dra. Mariana Nader - dermatologista.

Homenagens:
     Leva o seu nome a escola municipal do bairro Vila Brígida em Barra Mansa.

Fonte: Livro dos Patronos das Escolas Municipais de Barra Mansa.

ALZIRA CHIESSE
1963 - 1967

     Dona Alzira Raggio da Silva Chiesse, é viúva do Ex-Prefeito Moacyr Arthur Chiesse.

     Professora e pedagoga, conheceu ao Prof. Moacyr em 1950, e casou-se com ele em 8 de Janeiro de 1955. Desta união nasceram: quatro filhos: (Terezinha, Rita, Iracema e Marco - o popular Marquinho Chiesse) -, sete netos: (Rafael, Gabriela, Hugo, Maitê, Laiz, Tatiane e Carolina), e cinco bisnetos: (Maria Clara, Maria Luiz, Amanda, Arthur e Felipe).
     Reside no Centro de Barra Mansa.

ZULMA CHIESSE
1951 - 1955
1959 - 1963
Dona Zulma Moreira Chiesse,
na juventude -
Acervo: Jane Chiesse Zandonadi

     Dona Zulma Moreira Chiesse, foi esposa do Ex-Prefeito João Chiesse Filho.
     Conheceu João Chiesse Filho - com quem posteriormente se casou -, em uma noite, quando ele passava perto do Hotel Careca, onde o pai d'ela morava, e ficou a apreciar debruçado na janela, ela tocar piano, e o seu pai - violino, e quando a música terminou, João aplaudiu. Em seguida na conversa com o futuro sogro, João elogiou a música; e o pai de Zulma disse-lhe que estava na cidade há pouco tempo e não conhecia ninguém; João o convidou para um baile que estava a organizar no antigo Cassino Barra Mansa, e pediu para levar a filha d'ele. Desse baile em diante começou o namoro de quatro anos.

     Depois, João foi convidado a trabalhar como desenhista em uma estamparia de São João d'El Rey-MG, e apesar de ganhar bem lá, após, por volta de um ano, voltou à Barra Mansa, mas nesse meio termo o seu sogro foi também, transferido para lá, João e Zulma já estavam noivos, e ele voltou a São João d'El Rey-MG para se casar.
     A boda realizou-se em 18 de julho de 1939.

     Dessa união nasceram: a professora e artista Jane Chiesse Zandonade, e o fotografo Jesse Chiesse.

     Residia no bairro Estamparia.



ALDAHIR CERQUEIRA CALDAS BAPTISTA
1955 - 1959

     Dona Aldahir Cerqueira Caldas Baptista, foi esposa do Ex-Prefeito Leonísio Sócrates Baptista.

     Nasceu no dia 19 de junho de ? em Cuiabá-MT.

     Aprendeu as primeiras letras na Escola Barão de Melgaço; cursou o Liceu Cuiabano, onde se diplomou, tendo também cursado Contabilidade.
     Em 1943, mudou-se para o Rio de Janeiro, para trabalhar no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

     Em junho de 1947 casou-se com Leonísio, naquele mesmo ano veio a morar em Barra Mansa, onde o marido foi trabalhar no Departamento de Estradas de Rodagem, e depois em 1955 foi eleito prefeito do município.

     A partir de 1959 passou a residir definitivamente no Rio de Janeiro.

Família:
     Filha de Manoel de Cerqueira Caldas e de Dona Francisca Marques de Cerqueira Caldas.
     Da união com Leonísio nasceram dois filhos: Jorge Caldas, nascido em Barra Mansa e Tilia Maria, nascida no Rio de Janeiro. E o neto Raphael.

Homenagens:
     Foi denominada Escola Municipal de Ensino Supletivo Aldahir Caldas Baptista, uma antiga instituição do bairro Vila Independência, que funcionou no antigo prédio da E. E. Abel de Oliveira.

Fonte: Livro dos Patronos das Escolas Municipais de Barra Mansa.

OROZIMBA DE CAMARGO COUTINHO
1952

     Dona Orozimba de Camargo Coutinho, foi esposa de Dirceu Chiesse Coutinho, que foi vereador, presidente da Câmara e prefeito interino de Barra Mansa em 1952.

     Da antiga família barramansense Camargo, é parente de Jayme Silvestre Camargo, que foi proprietário das terras que formaram o bairro São Silvestre.

     Da união com Dirceu teve cinco filhos: Entre eles Sônia, Heloísa, Dirceu Camargo Coutinho e Jaime Coutinho.
     Sua filha Sônia Maria de Camargo Coutinho Parreira, foi vereadora em Barra Mansa por quatro mandatos consecutivos de 1996 à 2012, e a partir de 2013 tornou-se chefe de gabinete do vereador Rodrigo Drable.

     Residia no bairro Estamparia.
     Faleceu aos 92 anos em 13 de outubro de 2015.

SYLVIA MORAES GONÇALVES
1947 - 1951

     Dona Sylvia Moraes Gonçalves, foi esposa do Ex-Prefeito Flávio de Miranda Gonçalves.

     Casou-se com Flávio em 22 de junho de 1925, e tiveram dois filhos: o médico José Moraes Gonçalves, e Elenice Moraes Gonçalves.

ALICE TAVARES DOS REIS
1934 - 1942

     Dona Alice Tavares dos Reis, foi esposa do Ex-Prefeito-Interventor Capitão Mário Pinto dos Reis.

     Da união com Mário, gerou vários filhos, entre eles a professora Jandyra Reis de Oliveira.

     Dizia-se que era: caridosa ao extremo, e sempre se dedicou as obras sociais do bairro Boa Sorte; socorria as famílias necessitadas, amparando-as moral e materialmente¹.

Homenagens:
     Foi denominada em sua homenagem, a antiga Rua 5 no bairro Piteiras.
     Creio que o bairro Jardim Alice, também tem este nome em sua homenagem.

Fonte: ¹Segunda parte do livro "Memória Comemorativa do 1º Centenário"


MARIA EDELMIRA VIVACQUA PEIXOTO
1931 - 1934
Acervo - Aloysio Peixoto Júnior
     Dona Maria Edelmira Vivacqua Peixoto, foi esposa do Ex-Prefeito-Interventor Dr. Isimbardo Peixoto.
     Nasceu em Cachoeiro do Itapemirim - ES, filha de Antonio Vivacqua e de Etelvina Vieira de Souza Monteiro Vivacqua. teve diversos irmãos e irmãs, entre eles a atriz Dora Vivacqua, conhecida internacionalmente pelo vulgo 'Luz Del Fuego', e o Senador Attílio Vivacqua.
     Na juventude morou por algum tempo em Belo Horizonte - MG.

     Da união com Dr. Isimbardo, nasceram dois filhos: Aloysio Célio Isimbardo Vivacqua Rodrigues Peixoto, e Sandra Peixoto de Souza. Teve 13 netos e diversos bisnetos.


MARIA AMÉLIA DA SILVA ALVES SOBRINHO
1931

     Dona Maria Edelmira Vivacqua Peixoto, foi esposa do Ex-Prefeito-Interventor José Antônio Alves Sobrinho, e desta união nasceu a filha: Aracy Alves, que se casou com Albo Augusto Chiesse.

ETELVINA GONÇALVES
1930 - 1931
Acervo - Gustavo Ramos de Souza - trineto de Dona Etelvina.
     Dona Etelvina Gonçalves, foi esposa do Ex-Prefeito-Interventor Capitão Bertholino Joaquim Gonçalves, e desta união nasceu em 3 de abril de 1903 o filho: Flávio de Miranda Gonçalves - que foi vereador e prefeito de Barra Mansa.

ZINA MENDONÇA
1927 - 1929

     Dona Zina de Oliveira Ferraz, foi esposa do Ex-Prefeito Oscar Teixeira de Mendonça.
     Ela nasceu em Barra Mansa, filha do político José Carlos de Oliveira Ferraz, e de Dona Leosina Augusta de Oliveira Ferraz, era parente do Barão de Guapy.
     Seu pai foi vereador no município na 12ª Legislatura (1873 - 1877).

     Casou-se com 17 anos em 22 de maio de 1920, no distrito Sede de Barra Mansa, seu marido era viúvo.
     Com 24 anos, tornou-se Primeira-Dama de Barra Mansa.

Fonte: http://www.projetocompartilhar.org/Familia/Icap10p2GabrielTeixeiraPinto.htm A genealogia dela vem da pesquisa de Plínio Ursulino Marcondes de Carvalho.

ÁUREA MARINHO TEIXEIRA LEITE
1924 - 1927
Acervo - Dona Helena Fabiano Teixeira Leite
     Dona Áurea Marinho Teixeira Leite, foi esposa do Ex-Prefeito Wanderlino Teixeira Leite.
     Ela nasceu em Brotas - SP, filha de João Alves Marinho e Elvira Cândida Nogueira - casados em Quatis aos 29-07-1882; neta paterna de Custódio Alves Marinho e de D. Maria Joaquina da Costa; neta materna de Joaquim da Silva Nogueira e Jacintha Leite Nogueira.

     Áurea foi morar no distrito de Quatis em Barra Mansa; e aos 17 anos em 10 de junho de 1914, casou-se com Wanderlino da tradicional Família Leite; desta união nasceram os filhos:
     Arlette Teixeira Leite, que casou-se com o político Victor Marcondes Sampaio;
     José Marinho Teixeira Leite, que casou-se com Marina Fabiano - e foram pais do poeta e escritor Wanderlino Teixeira Leite Netto.

Fonte: http://www.projetocompartilhar.org/Familia/Icap10p5FranciscoTeixeiraPinto.htm A genealogia dela vem da pesquisa de Plínio Ursulino Marcondes de Carvalho.
     
FRANCISCA NOGUEIRA DE OLIVEIRA
1922 - 1923

     Dona Francisca Nogueira de Oliveira, foi esposa do Ex-Prefeito Alfredo Dias de Oliveira, o primeiro prefeito eleito de Barra Mansa.
     Nasceu em 14 de agosto de 1886, no povoado barramansense de Volta Redonda, filha do Sr. Antonio Silva Nogueira e de Dona Anna Rosa Mattos Nogueira.
     Seu neto Alfredo José de Oliveira foi o segundo prefeito de Quatis emancipada -, que governou por dois mandatos: (1997-2000), (2005-2008). E depois foi secretário de Planejamento de Resende, no governo José Rechuan.

MARIA THEREZA MAGALHÃES CASTRO
1918 - 1922

     Dona Maria Thereza Magalhães Castro, foi esposa do Ex-Prefeito nomeado Ascânio da Mesquita PimentelDesta união tiveram três filhos: Maria Lúcia, Maria Gilda e Francisco José.

Fontes: http://ofssagradopetropolis.blogspot.com.br/p/historia-da-fraternidade.html
           http://alerjln1.alerj.rj.gov.br/taqalerj2006.nsf/5d50d39bd976391b83256536006a2502/804328b44e51a92d83256dcd006a73c8?OpenDocument

Esta não é uma obra definitiva sobre o tema, colabore com a história de Barra Mansa, envie fotos e informações, sobre as demais Primeiras-Damas. Meu e-mail: marcellcastro@msn.com. 
Quem quiser usar as informações desta página favor escrever no rodapé - "MARCELL CASTRO - marcellcastro.blogspot.com"

Atualizações:
22/10/2016 - Novo artigo - Dona Regina Motta Drable, Dona Dione Chiesse Drable - atualização do artigo.
?/?/2016 - Novo artigo - Dona Odete Rangel Costa
04/03/2016 - Foto de Dona Etelvina Miranda Gonçalves, e informações de Dona Francisca Nogueira de Oliveira.
17/02/2016 - Foto de Dona Áurea Marinho Teixeira Leite.

domingo, 17 de julho de 2016

17 de Julho - Aniversário de Volta Redonda, POR QUÊ?

Há exatos 62 anos, uma tragédia marcaria por muitas décadas a história de Barra Mansa, e dos povos deste município, a Lei Estadual nº 2185 era sancionada pelo Governador Ernani do Amaral Peixoto, era o fim, um divisor de águas, a consumação da separação, e a alegria dos que se deram bem depois.
Volta Redonda, 8º distrito do Município de Barra Mansa, era separada, após um longo processo cujo fator principal e determinante, foi a ganância, o individualismo, o 'querer se dar bem'. Durante anos, pesquisando este tema, que escuto desde a puerícia - desde tenra idade -, e que também, em todas as famílias antigas da cidade já se falou.
Quando qualquer pessoa vem de fora, e transita por entre Barra Mansa e Volta Redona, em especial pela divisa Leste, nota-se a indagação - 'onde começa uma e termina outra?' Na verdade são a mesma cidade, e o nome técnico para isto é - CONURBAÇÃO.
O que de fato aconteceu, e porque houve a emancipação? Quem saiu favorecido, e quem saiu prejudicado? É inevitável tocar neste tema, quando o assunto é a História de Barra Mansa.
Na verdade, o fato de Volta Redonda, só ter se estabelecido como o oitavo, dos distritos de Barra Mansa, demonstra a pacacidade do lugar, elevado a freguesia somente a 26 de Dezembro de 1890, após os demais - Rialto, Amparo, Quatis, São Joaquim, Falcão, Floriano.
64 anos depois, a separação definitiva, foi um duro golpe na economia barramansense, a cidade foi dividida em duas, os impostos do recém criado município, subiram, muitos lucraram com a criação de loteamentos, suplentes que não tinham voto para se eleger em Barra Mansa, conseguiram se eleger vereadores de Volta Redonda. E meses após a emancipação, a divisa foi alterada, perdemos a CSN.
Se, se, se, nunca saberemos, o que de fato aconteceria SE Volta Redonda não tivesse sido cortada de Barra Mansa, mas podemos imaginar o quão grande e poderosa seria nossa cidade, uma das 50 maiores do Brasil, talvez teríamos, VLT, Aeroporto, não teriamos mais manobras ferroviárias no Centro Histórico, seriamos uma verdadeira potência.
Hoje, temos de dar a VOLTA por cima, superarmos de vez estre trauma, e voltarmos a ser a mais importante cidade da região. Mas quem conhece bem a nossa história sabe, que não deveremos nunca comemorar a emancipação.
Barra Mansa merece de novo o protagonismo, merece ser GRANDE NOVAMENTE!



Fotos - 1 - Aero Clube de BARRA MANSA, (perto da Ilha São João). 2 - Praça Aprígio Cravo no Niterói, construída pela Prefeitura de Barra Mansa. 3 - Pavimentação da Avenida Amaral Peixoto - São João - PMBM - 1952. 3 - Instalação de placa de divisa BM x VR, por Sávio Gama.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

BARRA MANSA - IDEIAS PARA O FUTURO

Nossa cidade, grande e com imensuráveis possibilidades!
A princesa maltratada do Vale do Paraíba,
Querida e luminosa que de longe brilhou e seu brilho tal que atraiu tanta gente para trabalhar e residir em seus vales, meus bisavós do Leste e do Norte, com eles vieram, quão grande era a tua fama, e quão grande o teu nome?
Já foi um dos maiores produtores de CAFÉ do Brasil, na época do Império, e após o declínio do café (1ª Fase Econômica, Agricultura), se reergueu, em suas fazendas desoladas, nova economia socorreu, a sua 2ª Fase Econômica - Pecuária, foi o maior produtor de Leite do Brasil na década de 1930, e simultâneo a isso vieram as grandes indústrias, a partir do memorável ano de 1937 - Nestlé, SBM e Barbará, e após isso a CSN, Dupont e muitas outras - 3ª Fase Ecônomica - Indústria.
Tu que caiu três vezes, duas se levantou e se reergueu, princesa, mimosa e soberba, são poucos os meus versos, são poucas as minhas pesquisas sobre tua história, sobre suas perspectivas e sobre suas potencialidades, se levantará uma terceira vez, e a QUARTA FASE ECONÔMICA VIRÁ, a tecnologia de ponta, uma cidade que emanará conhecimento e ciências. UM DIA, TEU BRASÃO TERÁ ESSE SIMBOLO, junto aos outros três - Agricultura - Pecuária - Indústria - Tecnologia. E dos povos das cidades da região, aquelas gentes quando longe dirão, "eu moro em Volta Redonda, eu moro em Resende, Rio Claro..." e "onde é?" perguntarão! E a resposta, virá então, PERTO DE BARRA MANSA, A GRANDE CIDADE!

MARCELL CASTRO

O terceiro quartel do brasão, representa as três fases
econômicas que Barra Mansa já passou -
AGRICULTURA, PECUÁRIA  e INDÚSTRIA
Simbolizando a TECNOLOGIA